10/11/10 – A escolha da Igreja

Um dos meus primeiros posts foi sobre Igreja. Comecei a ver preço de váaaaarias, mas ainda nem estava certa se iria casar na Igreja. Não tinha interesse, na verdade. Mas o Fê fazia questão. Passou-se o tempo e três meses depois, cá estou eu aqui, falando novamente sobre o assunto. E não é que ele virou realidade.

A história desde o começo

Quando eu e o Fê começamos a falar em casamento (logo após a compa do nosso apartamento), tinha em mente uma cerimônia no civil (apenas) e um almoço em um lugar bem bacana com a família mais próxima.  Acontece que ele não queria isso. Queria uma festa gigantesca, á noite, com direito a cerveja, muita música e bebida. Foram várias semanas até a gente chegar a um lugar comum: cerimmônia na Igreja para família mais próxima, sem decoração, sem coral, sem muitos convidados e uma grande festa. Acontece que o tempo passou, as pesquisas aumentaram, o vestido foi encontrado, as fotos vistas foram muitas e eu acabei ficando looooouca por um casamento na Igreja. Mais precisamente um casamento na Capela da PUC. Encontrei cada foto maravilhosa do teto da capela que acabei não resistindo. Mas o Fê não queria DE JEITO NENHUM. De certa forma, até compreendi (os ga$to$). Mas queria muito. E minha mãe (que não é fã de festa, by the way, mas de uma viagem de marcar a vida) disse: se é o que você quer, é o que você terá. Linda, não?

Liguei nesta semana para a capela e já tem um hoário reservado para o meu dia (o que eu queria…), mas se eu correr e encontrar LOGO o salão, posso marcar para o horário seguinte. Ou vou ter que mudar de data (buáaaaaaa)..

Pra se ter uma ideia do que eu estou falando…

Capela da PUC

Foto: Divulgação

http://www.capelapuc.org.br

 

Capela da PUC - MV7 Foto: MV7 (Macia Piveta & Vladimir Nacci Fotografia)

www.mv7.com.br

Anúncios

2 comentários sobre “10/11/10 – A escolha da Igreja

  1. Cristina Izu disse:

    Oi Cris!

    Descobri recentemente o seu blog e adorei!

    Também irei me casar na Capela da Puc e gostaria de verificar qual a quantidade ideal de padrinhos para cada lado.

    Beijos!

    • Oi, Cris! Deswculpa a demora da resposta. Fiz uma cirurgia nos olhos e só hoje estou de volta ao computador…
      Então… eu já assisti a casamentos com dois casais de padrinhos (mais pais), três casais de padrinhos (mais pais) e quatro casais de padrinhos (mais pais). Confesso que a formação que eu mais gosto é de dois casais + pais. O problema é que é muito difícil conseguir selecionar apenas dois casais de padrinhos para cada lado (neste caso, era um mini mini wedding mesmo!). Por isso, optei por três casais de padrinhos de cada lado. Acho que fica bom (pelo tamanho da igreja e, principalmente do altar).
      Espero ter ajudado.

      Beijos e obrigada pela visita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s