Sparklers

Esqueci de contar! Esqueci de contar! Comprei meus sparklers!

Na verdade, também já tinha postado que eu amo amo amo sparklers. Neste post aqui tem fotos de inspiração, tipo esta aqui…

Gosto em festas de aniversário, imagina em casamento! Cheguei até a comprar alguns, mas desses de aniversário mesmo, de cabo curtinho. Até descobrir que os que a gente vê em fotos são diferentes… mais compridos…

Bom, lá fui eu atrás… e quem vende no Brasil? Janete Pimenta! No blog dela tem um post de 2009 em que ela fala sobre isso. Mas… agora, julho de 2012, o preço é outro: 12 reais para cada caixa com 10 unidades. Fizemos uma pequena compra coletiva (eu e algumas meninas do grupo de noivas do Facebook), fiquei meio enrolada porque tinha entendido que o valor era outro (para mim, o valor era o que estava no post, mas eu juro que não tinha lido que ele é de 2009!), mas deu tudo certo no final.

Eis que estou eu viajando nos blogs sobre o assunto e encontro este post aqui, no Belle Amour, blog britânico que vez ou outra posta umas coisas bem legais. Eles ensinam a fazer foto com deseinho… Olha só o PAP:

  1. Fiquem parado.
  2. Peça a uma migo para correr em volta de vocês, como uma idiota (palavras do blog), girando o sparkler.
  3. Peça ao seu fotógrafo uma foto de longa exposição

E o resultado será esta foto!

Legal, né? Não dá vontade de fazer igual? Depois do casamento, mostro o resultado!

Pepper Wedding (Janete Pimenta)
pepperwedding@uol.com.br
http://pepperwedding.blogspot.com.br 

Anúncios

Mais dois contratos fechados: decoração do salão e músicos para a Igreja

Para fazer este post, tenho que retomar algumas histórias. A primeira delas é em relação à decoração. Já tinha falado aqui sobre esta saga (mais uma para a minha coleção casamentícia). Pedi orçamento para uma tonelada de fornecedores e acabei selecionando quatro para a série de reuniões: Atelier Martha Rodrigues, Luz & Arte, Rose Eventos e Janete Pimenta. Sobre cada um deles acredito que tenha feito um post diferente. Se não fiz foi porque o tempo (corrido) não deixou. Mas gostaria de ter feito.

No Atelier Martha Rodrigues fui muito bem atendida pelo Ricardo, que compreendeu o que eu queria e ficou super empolgado com o projeto. Na Luz & Arte, fui recebida pela Vivi, uma das sócias, que foi ótima comigo. Na Rose Eventos, quem me atendeu foi a Thais. Tivemos um pequeno problema com os e-mails, o que fez com que eu recebesse o orçamento uns dois meses depois, mas tudo deu certo. E com a Janete Pimenta, nem tenho o que falar. Ela sempre foi super simpática. E é tão talentosa tão talentosa que sempre afirmei que só não fecharia com ela por questões financeiras.

Bom, nos últimos meses (e falo meses porque comecei a pedir orçamentos no final do ano passado e comecei as reuniões em janeiro deste ano!), foram muitas reuniões, conversas por e-mail, ligações telefônicas, pesquisas, pesquisas e pesquisas.

O problema disso tudo é achar um fornecedor que te deixe 100% satisfeita em relação ao serviço oferecido, 100% contente com o valor cobrado e ainda que te deixe tranquila em relação ao que foi escolhido. Na verdade, acho que o grande desafio é definir a hora certa de parar de procurar. Saber o momento certo é que vai diferenciar uma noiva neurótica de uma noiva tranquila. Eu ainda me encaixo no primeiro time.

Compreendi nesta jornada toda que valor é relativo. Por exemplo: a master mega blaster talentosa Janete Pimenta cobra um valor, o pessoal da Saint Morrits cobra outro e o Vic Meirelles deve cobrar um terceiro. Não adianta querer comparar. Você leva o profissional, com o seu talento, o seu know how, e a assinatura deles.

De qualquer forma, resolvi que é hora de parar de procurar por fornecedores para a decoração do salão e para os músicos da igreja. É complicado, mas é preciso.

Bom… Fechei a decor com a Luz & Arte. A Vivi foi super simpática comigo, ouviu (e compreendeu) o que eu queria, mostrou opções de tecidos e objetos… Me atendeu três vezes!!! E o preço ficou bom. Poderia ser melhor, mas eu compreendo que pedi um monte de detalhes. E, na média dos orçamentos que eu recebi, o valor ficou bom.

A música da igreja fechei com o Toccata. Serão cinco músicos (sem voz!). Visitei duas vezes também. Ontem, levei meus pais para eles avaliarem. Considero a música na igreja super importante. Por isso a preocupação.

Espero ter feito boas escolhas.

Reuniões e orçamentos

Nas últimas semanas, fiz muita coisa. Não que eu tenha conseguido adiantar grande parte, mas já deu uma andada… Além dos contratos que fechei entre a semana passada e esta, fui a três reuniões, visitei um show room de mobiliário para locação, fiz muitas ligações e pedi mais alguns orçamentos. Noiva deveria também contabilizar o que é gasto com telefone e transporte. Não é fácil, não, viu?

Escolher a decoração será bem difícil. Não porque eu não sei o que quero. Meu projeto está prontinho. Hoje cheguei a “aperfeiçoá-lo”, juntando ideias que tive nos últimos tempos e absorvendo comentários super pertinentes de profissionais com experiência. Aliás, perceber que um profissional sabe o que está fazendo é outra coisa…

No sábado passado, fui, finalmente, à reunião com a Janete Pimenta, da Pepper Wedding . Já falei dela aqui no blog tantas vezes que acho que deve ser até cansativo. Mas é que admiro muito o trabalho dela. Lá no grupo de noivas do Fb, duas noivinhas fecharam com ela, a Sol (do blog Perfeitas Ocasiões e a Mari, outra noiva de outubro e que fechou a papelaria com a Camis – que eu super super super recomendo – aliás, foi a Mari que me convenceu a fechar com a Camis, de tanto que ela falou bem do trabalho).

Voltando à Janete Pimenta… ela é uma dessas pessoas que são profissionais ao extremo. Nossa reunião demorou uma hora mais ou menos. Foi super objetiva. Falei tudo o que eu imaginava, ela fez inúmeras ponderações (mega pertinentes) e eu fui modificando, aos poucos, algumas coisas. O orçamento ainda não chegou (a Mari disse que o dela demorou cerca de uma semana… então está no prazo, né?), mas estou sentindo que vai ficar maior do que eu gostaria… Bom, como disse outra vez, só $$$ vai fazer com que eu não feche com ela. Por isso, tenho que esperar.

Essa questão financeira fez com que eu ficasse bastante preocupada. E, coincidentemente, no começo desta semana, a Sammia postou no blog dela (aqui) a decoração do seu casamento.

Super DIY, low profile e linda! Ela teve ajuda da Abba Flowers, empresa sobre a qual já tinha ouvido falar (no próprio Casando Sem Grana, mas que ainda não tinha tido coragem de orçar. É que pensar no trabalho que vai dar montar tudo isso me dá um pouco de receio – mas sobre isso eu falo depois). Entrei em contato com a Abba e fui atendida pela simpática Margareth. Ela me enviou o catálogo com várias possibilidades e eu gostei (juro que achava que seria totalmente diferente do que vi – e, novamente, sobre isso eu falo depois).

Aproveitei e pedi uma indicação para locação de mobiliário. E ela me indicou a Cris Coberturas. Não é uma Complements, não há tantas opções, mas dá para fazer funcionar. E fiquei até que surpresa com o valor. O mais caro dali é a maldita taxa de entrega. Como eu vou casar em uma véspera de feriado, a empresa terá que retirar o mobiliário na sexta, feriado. E, para isso, há uma taxa adicional de R$ 500,00. Fiquei mega chateada… Mas…

Cheguei a agendar uma reunião com a Abba, mas não consegui ir. Terei que marcar para o próximo sábado (desculpa, Margareth!!!). Mas aí é bom porque minha mãe vai conseguir ir comigo (e ela é a pessoa que mais está preocupada com essa questão da decoração).

Bom, enquanto sábado que vem não chega, eu sigo aguardando o orçamento da Rose Eventos (que, apesar de a reunião ter sido lá pelo dia 15 de JANEIRO, ainda não recebi – e só não desisto porque gostei da reunião… mas vamos ver…) e da Janete Pimenta.

Falta tanta coisa…

Nas últimas semanas, minha vida deu uma guinada. Boa. Mas uma guinada. Acabei ficando sem tempo parea ver muitas coisas. Para fazer minhas pesquisas e reuniões pela manhã. Para ir à 25 de Março… Coisas que eu conseguia fazer com calma devido à flexibilidade do tempo.

Ainda faltam:

– DJ/banda: queria muito muito muito muito (e coloca infinitos muito aqui) uma banda, mas não estou encontrando uma que seja ace$$ível. Vou ter que ficar com DJ mesmo. Mas também nem sei por onde começar a procurar. A Denise, minha assessora, até enviou algumas dicas de fornecedores. Mas ainda não comecei a ver isso direito.

– Musicos: queria bastante fechar com o Musiccata (olha no You Tube as apresentações deles. O trabalho é simplesmente maravilhoso!), mas o valor está acima do que tinha planejado pagar. E vou ter que remanejar alguns gastos para conseguir isso e me privar de alguma coisa. Então, não dá. Aí a Laís, do grupo de noivas, indicou o grupo Violinos & Eventos (no Facebook e no You Tube) , mas faz mais de uma semana que enviei um e-mail e até agora não obtive retorno.

– Carro: não sei muito bem, ainda, se vou locar um carro. Pensa bem: vou me arrumar na mesma rua em que vou me casar (são uns quatro quarteirões de distância, se for na minha casa e um quarteirão se for no hotel). E o salão fica a quatro quarteiroes de distãncia da igreja. É tudo muito perto! Minha mãe fala que eu vou me arrepender, que esta sera a única oportunidade de usar um carro desse jeito… Mas ainda não decidi.

– Doces: na verdade, isso já está bem acelerado, mas falta a assinatura dos contratos com a Pecadille e a Santo Vício Chocolates (já fechei com a Opera Ganache um doce e macarons).

– Bem-casados: defini que vou fechar com a Ana Cristina Bem-Casados (o único problema é que liguei para eles há duas semanas e até agora não recebi o tal e-mail que eles disseram que enviariam. Mas não vou desistir. Aliás, vocês viram o teste do bem-casado feito pela Revista saopaulo, da Folha deste último final de semana?)

– Decoração: a Rose Eventos ainda não enviou orçamento (juro que não sei o que aocntece. Já liguei lá diversas vezes e eles falam que enviaram, mas eu ainda não recebi. Aliás, mandei agora há pouco um novo e-mail). Não consigo fazer reunião com a Janete Pimenta de jeito nenhum (Mais um não sei o que acontece aqui).Tenho uma relação infinitas de outras empresas para quem pedi orçamento (NO ANO PASSADO) e que até agora não me retornaram. Juro! Teve fornecedor com quem eu falei com a pessoa que dá nome à empresa e por telefone (POR QUASE UMA HORA!) e ainda assim não recebi oramento. Gastei energia digitando e-mails e tive desgaste das cordas vocais totalmente à toa. Maior falta de respeito. Ah! Uma empresa que foi super atenciosa comigo foi o Atelier Martha Rodrigues. O único problema está sendo o valor, um pouco mais alto do que posso pagar. Outras duas empresas que achei excelentes e atendimento maravilhoso foram: Ana Polo Decorações (valor acima do meu orçamento) e Saint Morits (se viraram para abaixar o valor, mas não deu. Pense em um projeto perfeito e um noiva mais do que feliz? Foi isso o que eles fizeram comigo só com um briefing. Mas não dá mesmo. Para se ter uma ideia, as meninas do Saint Morits foram responsáveis por aquela edição maravilhosa do Quer Casar com Estilo?, que aconteceu no final do ano passado, no Traffô (agora que percebi que não tenho fotos deste evento – que erro!)..

Já havia comentado sobre o início das minhas aventuras com os fornecedores de decoração aqui.

Eventinhos de noiva: do Sonho à Realidade – Vamos Casar…

É meio estranho pensar em tudo o que eu já passei até chegar neste momento aqui. Pensar o quanto aprendi neste um ano e meio de pesquisas, de leituras, de sofrimentos e angústias para conseguir organizar um casamento. Eu nem sabia o que existia nesse universo. E tive que descobrir. Praticamente sozinha. Porque meu noivo (não é, sr. Felipe?) não gosta muito do assunto (a não ser quando o assunto é bebida… e lua de mel… e talvez DJ…)

Por isso, tive que recorrer a revistas (que não me ajudaram muito). A blogs (meusa salvadores!) e a eventos de noiva.

Fui a vários eventos. Já fui a Exponoivas. E não gostei. Já fui à Casar. E achei um pouco mais interessante. Já fui a Bride’s Day. Quer Casar com Estilo?. E tantos outros… Mas de tudo isso, o que eu mais gosto mesmo é o que eu chamo de eventinho de noiva. No qual entram os dois últimos citados…

Nesta tarde fui a mais um. Desta vez, foi o “do Sonho à Realidade – Vamos Casar…”, organizado pelo Santo Casamenteiro no espaço Quatrocentos. Meu primeiro eventinho de noivas no ano em que eu me caso… é estranho pensar assim!

O espaço Quatrocentos é bem legal e deve ser novo… Não lembro dele na época em que eu estava procurando um local para a festa do meu casamento. Não sei quanto custa, mas tem espaço suficiente para fazer a cerimônia. Inclusive, em local separado. Pé direito alto (deu até para colocar velas suspensas no caminho para o altar, o que ficou lindo, por sinal). Gostei bastante.

O evento reuniu vários fornecedores top: opções para buffets, doces, decoradores, foto, vídeo, vestidos de noiva… tudo o que se pode imaginar… Como todo evento deste tipo, fornecedores mais caros, lógico.  Nem preciso de orçamento para ter certeza.

Mas como espaço eu já tenho, buffet eu já tenho, doces já estão praticamente fechados (e estou atrasada nestes posts!), bebidas estão ok, o que mais chamou a atenção mesmo foi a decoração. Não sei se eram dois ou três decoradores. Msa o espaço estava muito bonito!

Do lado esquerdo, o espaço da Marcella Pastore. Mais clássico, digamos assim (nem sei se esta era a temática). Em amarelo e azul. Achei linda a opção de arranjo baixo com os dois castiçais mais altos. As poltronas azuis… E os detalhes em turquesa? Amei os vasinhos! Amei as forminhas de doces em (papel!) turquesa. Lindas demais! E os copinhos de bico de jaca que tinham velinhas dentro? Que ideia boa! Lembrei na hora do meu projeto de decoração. Preciso de turquesa de qualquer jeito! E copinhos de bico de jaca com velinhas…

O segundo espaço que me chamou a atenção foi o vintage… Sabe quando uma coisa tem a cara de certa pessoa? Foi isso que aconteceu com a decoração que estava no salão, à direita. De cara, eu pensei: nossa, esta decoração tem a cara da Janete Pimenta. Não foi surpresa alguma quando eu vi a Janete lá do lado, conversando com algumas pessoas. 

Decoração linda! Muitas louças brancas, xícaras com flores e arranjos com hortênsias (amo! amo! amo!).  Ah! E ainda o tecido com a estampa que adoro! A coisa mais delicada do mundo. Podia ser o meu casamento. E foi isso que falei pra ela: “Então, é assim. Com mais alguns livros e algumas gaiolinhas. E pronto.”. 

Pra finalizar, só mais algumas imagens de uma coisinha da qual eu gostei muito… decoração com macaron.

Em contrapartida…

Este é um post-elogio. Uma quase ode (quem dera!) a alguns bons fornecedores. Depois do último post fiquei meio chateada… E aí lembrei como existem pessoas que são, além de muito competentes, muito legais. E fiz uma pequena lista delas. Lógico que aqui não estão todos, mas estão alguns com quem tive um pouco de contato.

Shirley Yáñez. A Shirley é assessora no Rio. E eu sou fã número zero dela. Descobri a Shirley em 2010. Ela escreve o blog Para Falar de Casamento, espaço repleto de boas ideias e imagens lindas de viver. Tive a sorte de ganhar um sorteio no blog (o que me rendeu, no dia 24 de dezembro de 2010 uma caixa de brigadeiros sortidos da Coisas de Alice (muuuuito bons!). O presente veio numa caixinha linda com um cartão mais fofo ainda. A Shirley é uma daquelas pessoas meigas e de bom coração. Além de competente. Sabe aquele tipo de pessoa de quem você só ouve elogios? E as belezas que são os casamentos nos quais ela trabalha? Sempre diferentes, sempre lindos, sempre românticos. É aquele tipo de coisa que você olha a foto e fala: “Só podia ser casamento da Shirley mesmo”. Sem contar que ela ajuda as noivinhas, mesmo sabendo que você não mora no Rio (cidade de origem dela) e, por isso, você não a contrataria. Ela responde comentários e visita humildes blogs de noivas como eu. Shi, se você estiver lendo, sou sua fã. E se eu fosse do Rio nem pensaria duas vezes para te contratar. Ainda que fosse só para o cerimonial do dia.  

Janete Pimenta. A Janete é a Shirley da decoração. O blog dela, Pepper Wedding, é maravilhoso. Um daqueles que você pega do começo ao fim, sem nem perceber o tempo passar. Só pra ver o que ela andou aprontando nos últimos anos. E tudo, sempre, é lindo. A primeira vez que a vi foi no Bride’s Day, evento da Cristina Nudelmann, que aconteceu no começo do ano passado. Imaginava uma mulher toda metida e afetada. Fiquei impressionada com o quanto é diferente. Ela é simples, apesar de todo o nome que tem. Mais um ponto pra ela. A Janete é daquele tipo de fornecedor que parece que é amiga. Você lê o blog, segue no Twitter, comenta de cá, comenta de lá e, mal percebe já acha que conhece a pessoa (guardadas as devidas proporções, claro). Sou fã. Ela comenta aqui de vez em quando, ajuda, dá opinião. Ela é o máximo! E um absurdo de competente. Daquele tipo de fornecedor que você pode ficar tranquilo. Porque tudo vai dar certo. Certeza! Ainda preciso fazer reunião com ela. Só $$$ e data indisponível podem fazer com que não dê certo.

Marcia Piveta. Minha fotógrafa fofa, fofa, fofa. Adoro a Márcia. Eu a enxergava como baixinha invocada (ela é quase do meu tamanho e se você ler os tuítes dela, vai comprovar a outra parte), mas descobri que é um amor de pessoa. Foi a primeira fotógrafa de  casamento que conheci. Foi responsável por eu ter escolhido me casar na Capela da Puc. Foi a primeira reunião que fiz. E, um ano e não sei quantos meses depois, conseguimos fechar. Vários percalços no meio. Fiz um milhão de mudanças nas nossas negociações. Enxi o saco dela, coitada, mas ficou bom para ambas as partes. Espero. Sou fã da minha fotógrafa. 

Rafael Karelisky. Fotógrafo super competente e simpático. Mas como ele faz muito editorial de moda, sempre que penso nele, penso que ele faz fotos de noivas muito bonitas. Não sei… Acabei contratando o Rafael para fazer fotos de executivos para uma empresa onde trabalhava. E ficaram muito boas! Muito boas mesmo! Ele é o tipo de profissional que vai, arrisca. É meio molecão (acho que ele tem 26 anos…), mas super profissional. Me indicou fornecedores de decoração. E… a Janete Pimenta (“fala que eu indiquei!”).

Danilo Siqueira. Pense em um fotógrafo competente. Com fotos lindas. Lindas, lindas, lindas. É o Danilo. Ele não pode pegar meu casamento porque trabalha como publicitário durante a semana (e o meu casamento é numa quinta-feira). O valor também estava acima do que eu podia pagar. Mas foi super simpático. Mesmo.

Evolution Wedding. Meu contato foi com o Pará, um dos sócios da empresa. Mineiro super simpático e que fala pelos cotovelos. Ele capta exatamente o que você quer, faz um milhão de perguntas para tentar entregar pra você o melhor trabalho possível. O valor é alto para o meu orçamento, mas posso dizer que compensa. Ah! E eles fazem same day edit, o que é muito legal. E são de Belo Horizonte.

Santo Vício Chocolates. A Stella, proprietária da empresa é super simpatica. E os doces são maravilhosos! é experimentar um e falar “Noooossa!”. Experimentar o outro e seguir com mais um “Noooossa!”. Enviou até indicação de vídeo, depois da degustação (tinha comentado que ainda faltava contratar). E ela nem tinha obrigação de nada. Simpático, né?

Reunião com decoradores

Além de fazer a parte mais DIY, comprar um monte de coisas pela região da 25 de março, me aventurar no artesanato e participar de algumas degustaçõezinhas de doces por aí, já faz uma semana, mais ou menos, que estou fazendo reuniões com decoradores.

Já tinha pedido vários orçamentos. Selecionei alguns e desisti de porcurar muito mais. De verdade, procurei alguns mais comuns e alguns que tiveram algum trabalho que me chamaram a atenção. Separei por orçamentos (os muito distantes da minha realidade ficaram de fora. Alguns nem chegaram a me responder. Outros são muuuuito distantes. Outros pediram reunião e não passaram orçamento (odeio!odeio!odeio!).

Uma coisa interessante é que enviei um textinho falando sobre o que gosto, o que não gosto e informações básicas sobre a decoração. A maior parte respondeu com um orçamento básico, que incluía mesa de doces em módulos, muitos vasos em vidros, altos e baixos, e coisas do tipo. A questão é que o meu projeto de decoração está pronto. Eu preciso de ideias para aperfeiçoá-lo e execução. Por isso, é super importante sentar com os decoradores, mostrar minhas referências, mostrar a planta do salão para ir parte por parte…

Bom, minha lista de orçamentos solicitados ficou assim:

– Atelier Martha Rodrigues (não achei o site): gostei do orçamento; o atendimento é bom; o Ricardo, com quem eu já me encontrei,  lá no salão – o que foi ótimo! – foi super simpático e atencioso; ouviu o que eu pensava e tinha planejado para a decoração.  Mas quer visitar os fornecedores de locação móveis para eu mostrar o que gosto e o que não gosto, apesar de eu já ter mostrado muitas imagens. E eu ainda não tenho nem o orçamento final. Eu só vou visitar fornecedor de locação de móveis se eu fechar, né?

CR Decorações: não gostei não. Primeiro porque esperei meia hora para ser atendida. (Pra que agendar horário se você não vai cumprir?) Segundo porque é muito tradicional demais. Foi a reunião mais rápida que eu tive. Eles anotaram tudo, como se eu estivesse fazendo uma lista de supermercado. Não compreenderam direito o que eu queria. Não tinham nenhuma das peças. Nada! E nenhuma foto para eu ver algo semelhante. Ah! E vão demorar uma semana para enviar o orçamento.

Saint Morits: projeto perfeito! Várias das imagens de referência que eles enviaram eu tenho no computador. Com pouco texto pegaram exatamente o que eu queria. Se bem que foi meio fácil porque eu disse que tinha adorado a decoração da última edição do  Quer Casar Com Estilo?, que eles tinham feito. A mesa de doces é a mesa dos meus sonhos, junto com aquela das caixas forradas com tecido. O orçamento era surreal, no entanto (para mim, claro). Eles tentaram. Abaixaram bastante, mas não dava mesmo. Ah! O atendimento é excelente! Ah! Uma coisa engraçada é que na primeira revista Inesquecível Casamento que ganhei, vi uma decoração assinada pelo Saint Morits, mas achei que eles só fossem Buffet. A decoração era maravilhosa, bem no estilo que eu gosto. Deixei o nome da empresa meio de lado até chegar no Quer Casar com Estilo?

Rubens Decorações: pediram um valor muito alto. Apenas agradeci o retorno. Mas também acho que tudo o que eles fazem é muito grandioso. Tipo Vic Meirelles, sabe? Não combina comigo. Lógico que ele é decorador e sabe adaptar tudo, mas…

Rinaldo Decorações: idem ao Rubens. Agradeci o retorno e segui a vida.

Pepper Wedding: sou fã da Janete Pimenta (e do blog dela! Daqueles que você fica até feliz quando tem post novo!). Já falei sobre ela aqui tantas vezes! Ela foi uma das primeiras decoradoras com quem eu me identifiquei. O trabalho dela é maravilhoso! E aí, no ano passado, durante uma sessão de fotos com o Rafael Karelisky, ele mencionou a Janete como fornecedor para decoração. Coincidência? Não. Nada acontece por coincidência na vida. Mas não consigo marcar a reunião. Eu podia ir na quarta com carro (é meio longinho…), mas o horário que dava certo para ela, não dava para mim. Hoje eu estava sem carro e tinha outras duas reuniões, uma bem próxima à outra, e bem distante da Janete. Não daria tempo. Quem sabe consigo agendar amanhã para amanhã mesmo (sonho…). Mas só fico satisfeita quando conseguir uma reunião com ela…

Rose Eventos: era esta empresa que fez a decoração do salão no dia em que visitei o Clube Português pela primeira vez, com meus pais. Amei a reunião. No começo fiquei meio receosa. A menina que me atendeu veio meio objetiva demais: “Vou te mostrar quais móveis entram neste orçamento que você tem”. Oi? Tive que explicar que aquele projeto não era pra mim, era bem diferente do que eu queria… e, mesmo que duvidando de mim, do que eu estava falando (não sei… foi esta a impressão que eu tive) no começo, ela foi pegando o jeito, compreendendo o que eu queria, o que eu gosto, dando várias ideias, boas mesmo, daquelas que melhoram o projeto. Mudei algumas coisas até. Ok. Voltei para o primeiro projeto que eu tinha feito. Mas tinha desistido porque tinham falado pra mim que não daria certo. E ela não só falou que daria certo, sim. Como mostrou fotos. Rá!

Luz & Arte: a reunião foi ontem. Gostei do orçamento, mas amei mesmo foi o sofá azul Tiffany que tem bem na sala de espera. Lindo! Mas eles acham que não conseguem deslocar o sofá porque poderia danificá-lo. O sofá é maravilhoso.

LS Design: orçamento legal, algumas ideias boazinhas, mas bem distante do que eu quero (mas foi um dos primeiros orçamentos que eu pedi. Eu nem sabia que cor queria). Ainda não sei se vou agendar reunião.

Ana Polo: após uma longa conversa ao telefone, compreendeu bem o que eu queria. Mas o orçamento ficou acima do que eu posso pagar em decoração.

Perfect Flower: não passou orçamento, disse apenas que tem que ser agendada uma reunião. No kn 19 da Raposo Tavares. Oi? Como eu vou me deslocar até no km 19 da Raposo se eu não sei sequer o valor que eles pedem? Finalmente a Adriana me respondeu (antes eu só era atendida por uma assistente) e falou para eu enviar o que quero, mais ou menos, e ela enviará um orçamento. A Adriana foi a primeira decoradora que eu conheci. Ela estava na degustação do Morenos. Em setembro/2010. Ela não era tão conhecida assim, acho. Conversei com ela, ela me enviou e-mail, toda solícita. Mas do ano passado pra cá, ouço cada vez mais o nome dela… Uma coisa que ela fez naquela degustação foi colocar caminhos de mesa. Algo que não era tão comum àquela época. E eu lembro que ela disse que era uma tendência para os próximos anos. E era, viu? Vi algumas decorações da Adriana no ano passado que gostei muito, por isso – e pela historinha – ela não está descartada. Mas eu ainda preciso enviar um e-mail.

Festa Flor: não obtive retorno no ano passado (a solicitação de orçamento é de novembro/2011 – recebi um e-mail que perguntava quantas mesas seriam e nada mais!), mas conversei neste ano com eles (expliquei exatamente o que eu queria) e eles ficaram de enviar um orçamento na próxima semana. A única coisa (e uma das piores que pode ser feita!) que não gostei é que a mulher que me atendeu ficava me desanimando… “Ah! Isso é complicado! Ah! Isso é caro…”, bem chatinho…

Toninho Decorações: gostei de uma decorãção que eles fizeram no Clube Português no ano passado. Não gostei que o responsável pelo projeto não estava no local (só um encarregado) e o orçamento ficou um pouco acima dos outros… Não vou pedir outro…

As empresas abaixo sequer enviaram resposta:

Bem Florido: nada

Michele Navega: enviou um e-mail dizendo que passou por problemas pessoais em novembro e, por isso, precisaria de mais tempo para responder. Até agora, nada. Enviei outro e-mail perguntando sobre o orçamento e também não obtive resposta. O blog dela está parado. O que é bem estranho. É uma pena porque adoro o trabalho da Michele. Ela é a noiva do blog Capitu Vai Casar, em que conta como foram os preparativos de seu casamento (que foi lindo! lindo! lindo!). Vários detalhes maravilhosos eu tirei do casamento da Michele. E ela é decoradora! E, apesar de carioca, mudou para São Paulo em 2011 (ou final de 2010?). Uma pena! 

Bossanova: nem perdeu seu tempo para me responder.

Tiveram outras que não responderam, mas eu não lembro quais eram… Teria que olhar a caixa de e-mails enviados e estou meio que com preguiça…